02/12/2017 07:49:00

Segurança será reforçada nos 141 municípios durante o fim de ano

Com o objetivo de intensificar ações preventivas no mês de Natal e véspera de Ano Novo, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) lançou, nesta sexta-feira (01.12), a operação Final de Ano Seguro. As ações ocorrerão até o dia 02 de janeiro, em todo o estado. 

 

A atuação ocorrerá de forma integrada, com a disponibilização do efetivo dos comandos regional e especializado e utilização de análise criminal e inteligência para a definição de prioridade. As estratégias incluem pontos de estacionamento em locais e horários de grande circulação de pessoas; bloqueios em locais críticos; atividades com grande quantidade de efetivo, podendo ser integrada, em locais críticos; policiamento ostensivo a pé e policiamento motorizado. Além disso, as rondas e atendimento de ocorrências continuarão sendo realizados normalmente nas áreas residenciais, nos bairros dos 141 municípios mato-grossenses.

 

Considerando o aumento do fluxo de pessoas, bens e dinheiro no período de fim de ano, além do horário estendido de funcionamento do comércio, o planejamento prevê a redução das atividades administrativas das forças de Segurança Pública, para que o efetivo esteja concentrado no policiamento ostensivo. “Todo o trabalho está focado na garantia da segurança da população nesse período, principalmente nas datas de maior circulação de pessoas e dinheiro, como recebimento do 13º salário e véspera de Natal e do Ano Novo”, explicou o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel da PM Jonildo Assis.

 

Em Cuiabá e Várzea Grande, o reforço também contará com a unidade móvel do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que monitora as câmeras espalhadas em diversos pontos das cidades, e é responsável por coordenar o atendimento e despacho de ocorrências de emergência. Além dos comandos regionais e especializados da Polícia Militar (PM-MT), a operação Final de Ano tem a participação das unidades vinculadas à Polícia Judiciária Civil (PJC), do Corpo de Bombeiros Militar, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Fonte: Sesp-MT