17/06/2017 09:11:00

Feliz Natal foi representada no Segundo Congresso Mato-grossense de Medicina da Família

Os médicos Dilson Arruda, Júlio César Marques de Aquino e Ariane Cristina Dias de Carvalho apresentaram um estudo sobre o uso crônico de medicamentos psicotrópicos.

O município de Feliz Natal foi representado neste fim de semana pelos Drs Dilson Chamos de Arruda, Júlio César Marques de Aquino e Ariane Cristina Dias de Carvalho no Segundo Congresso Mato-grossense de Medicina de Família e Comunidade que teve como tema “Saúde da Família, um cuidado para a vida toda”. O trio de profissionais apresentaram um pôster no evento sobre um estudo coordenado pela Dra Ariane sobre o uso crônico de medicamentos psicotrópicos usados no tratamento de transtornos da mente como a depressão, ansiedade, insônia entre  outros. Estes medicamentos levam a dependência física e psíquica onde podem gerar sintomas que irão limitar o usuário da realização das tarefas cotidianas, interferindo em sua qualidade de vida. Dra Ariane manteve-se ao redor de 3 meses pesquisando sobre um grande  dilema em sua unidade de saúde que é o uso abusivo de medicamentos que provocam dependência. Com o intuito  de reduzir o uso, levou o estudo a conhecimento do cenário dos médicos de família do Estado do Mato Grosso que diariamente vivem a mesma situação em suas unidades de saúde nas cidades onde trabalham.

 

Alternativas de tratamento

 

Dr Júlio César, um dos médicos envolvidos no estudo, trabalhou em uma das unidades de Feliz Natal e também tinha esta mesma inquietude em seu labor diário. Há um ano, decidiu brindar uma alternativa para o combate de doenças consideradas mal do século XX. As terças feiras, se reúne com pessoas que buscam melhorar seus problemas de saúde. Com o lema “quando a boca cala, os órgãos falam, quando a boca fala, os órgãos saram, ele desenvolve junto com a psicóloga Daniela em unidade de saúde de Feliz Natal, a terapia comunitária integrativa, uma das alternativas de tratamento das Práticas Integrativas  Comunitárias do Ministério da Saúde e, que tem surtido resultados na vida de várias pessoas que frequentam as reuniões. A retirada de medicamentos de que provocam dependência, melhora da qualidade do sono, estabilidade emocional e eliminação de tabagismo e álcool são alguns êxitos conseguidos  dentro do grupo.

 

Novos desafios, novos horizontes

Atualmente, Dr Dilson e Dr Júlio  desejam aprofundar seus conhecimentos sobre promoção de saúde e prevenção de doenças e desde de março fazem parte do grupo de residentes de Medicina de Família e Comunidade da Secretaria de Saúde de Sinop. Já Dra Ariane, segue em Feliz Natal, atendendo no PSF 1 onde desenvolve suas estratégias de saúde para a melhora de sua população. Sua última ação foi o grupo de tabagismo onde conseguiu que vários de seus pacientes deixassem de fumar. Um grande êxito e orgulho para nossa cidade.

 

Sobre o evento

 

 

A 2ª edição do Congresso Mato-grossense de Medicina de Família e Comunidade (CMFC-MT) foi realizada em junho de 2017. Em março de 2016, foi realizado aqui em Cuiabá, a 1ª edição do CMFC-MT, sendo um marco para a valorização e discussão da Medicina de Família e Comunidade em nosso Estado.

O II CMFC-MT tem como tema “Saúde da Família: um cuidado para vida toda”, objetivando ressaltar a importância dos médicos e demais profissionais que atuam na Atenção Primária a Saúde no acompanhamento do indivíduo em todas as fases de sua vida.

A Liga Acadêmica de Saúde da Família (LASF) da Universidade Federal de Mato Grosso, juntamente com a Liga Acadêmica de Medicina de Família e Comunidade (LIMFACO) da Universidade de Várzea Grande e os Residentes de Medicina de Família e Comunidade de Cuiabá  trabalham para o desenvolvimento de um grande evento, contando com o apoio da Associação de Médicos de Família de Mato Grosso (AMEFAC) e da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

Fonte: Júlio Case

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir