12/04/2018 15:47:00

Em MT, 11 empregadores estão na 'lista suja' do Ministério do Trabalho

Empregador de Feliz Natal na lista suja com 8 trabalhadores resgatados em situação análoga ao trabalho escravo

Onze empregadores de Mato Grosso estão incluídos na 'lista suja' do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) por submeter os trabalhadores à condição análoga à escravidão. No Brasil, 166 nomes, 34 pessoas físicas e jurídicas estão na lista pela primeira vez.

No estado, o maior problema foi identificado na área rural.

Em fazendas e outras propriedades, os trabalhadores eram forçados a trabalhar em jornadas excessivas e ainda enfrentavam ameaças e restrições para deixar o trabalho.

As fiscalizações foram feitas em propriedades nos municípios de Santo Antônio de Leverger, Sorriso, Matupá, Itiquira, Paranaíta, Paranatinga, Poxoréu, Itanhangá e Feliz Natal.

Nos locais de trabalho: as ações encontraram alojamentos sem nenhuma estrutura e limpeza.

No ano passado, Mato Grosso liderou o ranking de resgates de trabalhadores em situação análoga a escravidão do MTE. Entre janeiro e dezembro do ano passado, 78 pessoas foram resgatadas no estado.

No total, 184 propriedades foram visitadas em todo o Brasil, o que resultou no pagamento de R$ 2,28 milhões. Em Mato Grosso, as multas geraram indenização de R$ 503 mil.

Fonte: Globo.com